PPGEA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO AGRÍCOLA INSTITUTO DE AGRONOMIA Telefone/Ramal: Não informado

Banca de DEFESA: CLAUDIO DA SILVA PASCHOA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : CLAUDIO DA SILVA PASCHOA
DATA : 14/12/2020
HORA: 14:00
LOCAL: UFRRJ - Videoconferência (RNP)
TÍTULO:

PERCEPÇÃO SOBRE O ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO NA FORMAÇÃO DOS ALUNOS DO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO - CAMPUS DE ALEGRE


PALAVRAS-CHAVES:

Formação Profissional. Agronegócio. Estágio. Trabalho.


PÁGINAS: 92
RESUMO:

Historicamente a formação escolar é vista como ferramenta de ascensão social por pais, alunos e comunidade em geral, sendo utilizada em diferentes políticas públicas pelos Governos Federal, Estaduais e Municipais. Neste sentido, o Estágio Supervisionado Curricular age como eixo central para um melhor conhecimento das contribuições que tem apresentado para melhoria da qualificação profissional dos alunos do Curso Técnico em Agropecuária e, consequentemente, para uma melhor atuação profissional. O objetivo geral estabelecido foi o de investigar a contribuição que o estágio supervisionado dá a formação acadêmica e profissional dos alunos do curso Técnico em Agropecuária do Instituto Federal do Espírito Santo Campus de Alegre por meio de um estudo analítico das percepções de professores e gestores das empresas concedentes. A abordagem metodológica caracterizou-se como um estudo de caso de cunho descritivo. Em conformidade com os objetivos desta dissertação, realizou-se inicialmente um estudo bibliográfico sobre o estágio curricular obrigatório para a construção de um referencial teórico e metodológico correspondente, que permitiram embasar as discussões e as análises apresentadas após a coleta de dados. Para a coleta dos dados foi feito uso de questionário, sendo expostos as perguntas para os segmentos professor e empresa concedente. Os questionários foram de perguntas abertas e fechadas. As respostas obtidas foram analisadas e representadas na forma de tabelas, sendo os dados expostos sob a forma de porcentagem. Com isto, esperou-se mostrar de forma clara a distribuição e as tendências das respostas obtidas em cada seguimento, facilitando o entendimento da análise e discussão dos dados. Os questionamentos feitos junto aos professores possibilitaram sistematizar o conjunto de percepções que estes profissionais possuem sobre o estágio, destacando-se principalmente a grande aceitação à sua capacidade em refletir de modo prático sobre o conteúdo teórico exposto aos alunos. Quanto a percepção dos gestores das empresas sobre o estágio profissional e seus impactos sobre a formação dos alunos do curso técnico em agropecuária, foi possível perceber que as opiniões são, em sua maioria, similares ao ponto de vista dos professores. Essa sincronia no modo de ver a participação dos discentes durante o estágio se deve a qualidade teórica do ensino que tiveram como base, bem como a boa orientação durante as atividades técnicas presentes no dia-a-dia do estágio. As sugestões coletadas tanto por professores como por gestores das unidades de estágio apontam para uma limitação institucional, indicando que o roteiro de estágio bem como o acompanhamento do orientador é necessário para o aperfeiçoamento desta atividade. Além disto, verificar se o local de estágio possui as credenciais necessárias para uma demonstração adequada da realidade agrária também se faz preciso.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1528697 - BRUNO CARDOSO DE MENEZES BAHIA
Externa à Instituição - RENATA COGO CLIPES
Externo à Instituição - . PAULO JOSÉ FOSSE
Notícia cadastrada em: 07/12/2020 11:57
SIGAA | Coordenadoria de Tecnologia da Informação e Comunicação - COTIC/UFRRJ - (21) 2681-4638 | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sig-node2.ufrrj.br.producao2i1